• Júlia Chaves

Sede do Instituto Histórico e Geográfico do RN


Sede da mais antiga instituição cultural do Rio Grande do Norte, o edifício do Instituto Histórico e Geográfico abriga um dos mais ricos acervos da cultura, história e geografia do nosso estado. A edificação foi construída no início do século XX seguindo as diretrizes do belíssimo estilo neoclássico, que simbolizava modernidade e expansão da região. Não se sabe ao certo quem foi o arquiteto responsável por esta belíssima obra, mas existem fortes especulações que foi de autoria de um importante arquiteto brasileiro que viveu em Natal no período de construção da edificação e projetou diversos outros edifícios importantes da cidade nesta época. A edificação foi construída com o objetivo original de abrigar o Instituto Histórico e Geográfico do RN e o fez por mais de 15 anos, porém, na metade do século XX a edificação passou a abrigar um órgão da Justiça do RN por um curto período, retornando posteriormente a ser a sede definitiva do IHGRN. O instituto funciona no local até os dias atuais, mas por causa da pandemia da Covid19 a visitação pública encontra-se temporariamente suspensa. É por causa de sua enorme importância histórica, arquitetônica e principalmente cultural, que a sede do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte é o tema de hoje da Quinta Potiguar!

Localizado na histórica Rua da Conceição, número 622, o edifício público foi construído em 1906 com o objetivo de abrigar o Instituto Histórico e Geográfico do RN. A instituição funcionou no local por quase 20 anos, de 1908 à 1926 (IHGRN, s.d.), porém, o prédio neoclássico pertencia oficialmente ao Estado que neste ano cedeu a edificação para ser sede do Tribunal de Justiça do RN. Desta forma, logo após a mudança, a edificação passou por grande reforma de adaptação de suas instalações e o IHGRN precisou mudar novamente sua sede para outra edificação na Rua da Conceição, sendo que no nº 577, local onde hoje encontra-se o prédio da Assembleia. Posteriormente, em 7 de junho de 1938, através do decreto estadual n. 503, o Governo do Estado decidiu doar de forma definitiva a edificação neoclássica para o IHGRN, pois a Instituição encontrava-se mal acomodada na edificação provisória e aspirava "[...] a aquisição de uma sede própria, condigna e suficiente ás suas necessidades." (Revista IHGRN, 1938-1940). Com isto, desde outubro de 1938, o Instituto está instalado de forma definitiva na edificação e encontra-se em funcionamento até os dias atuais. É possível encontrar na edificação "[...] um dos mais ricos acervos acerca da cultura, geografia e história do Rio Grande do Norte e do Brasil." (IHGRN, s.d.). No ano de 1984, o prédio neoclássico foi tombado a nível estadual e em 2016 e 2017, recebeu grande obra de restauro para organização e modernização da edificação, sob a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o IPHAN. Atualmente a edificação continua em uso, mas a visitação pública encontra-se temporariamente suspensa por causa da pandemia do Covid19.

Lateral IHGRN - Fonte: Bezerra Cirne
Logo IHGRN - Fonte: IHGRN

Quanto à arquitetura, a imponente edificação é um belíssimo exemplar da arquitetura eclética, tendo majoritariamente influência do estilo neoclássico. Este estilo, que dentre todos os estilos que compunham o ecletismo, resgatava características greco-romanas e era utilizado principalmente em edificações públicas, representando a modernidade, expansão e avanço de um Rio Grande do Norte recém republicano. Já o Instituto Histórico e Geográfico, que foi criado em 1902, pouco tempo após a Proclamação da República, surgiu como uma instituição republicana que, ao contrário do Império, valorizava a história e particularidades regionais. Desta forma, o estilo arquitetônico escolhido para esta edificação se adequava perfeitamente com a função original de abrigar este Instituto de vanguarda, sendo um clara proposta de modernização da cidade. Não se sabe ao certo quem foi o arquiteto responsável, mas acredita-se que "[...] há possibilidade de ter sido o arquiteto Herculano Ramos o projetista desta edificação, já que o governador da época era Alberto Maranhão, no qual era um admirador do arquiteto e a quem lhe incumbiu várias construções em Natal." (Fatos e Fotos de Natal, 2021) Herculano Ramos foi um arquiteto mineiro formado pela Academia Imperial de Belas Artes no Rio de Janeiro. Ramos veio a Natal contratado e permaneceu morando na cidade entre 1902 e 1914, onde desenvolveu diversas obras, entre elas o Teatro Alberto Maranhão. Na Sede do IHGRN, podemos destacar como característica eclética de influência neoclássica a simetria, recuo ajardinado nas laterais, entrada pela lateral, edificação elevada em relação ao solo, colunas falsas pouco adornadas, paredes também pouco adornadas, esquadrias grandes e retas de madeira e vidro com sobreverga geométrica, frontão triangular, platibanda decorado com balaústres e utilização de ferro fundido decorado no guarda corpo e portão de acesso.

Elementos Arquitetônicos Sede IHGRN - Fonte: editado pela autora

Em conclusão, a edificação sede do IHGRN é um patrimônio histórico e arquitetônico importantíssimo para o Rio Grande do Norte que felizmente encontra-se em ótimo estado de preservação e conservação. Além disso, possui grande importância cultural pois abriga um dos maiores acervos do estado, sendo aberto à visitação pública. Esta edificação contribui enormemente e de diferentes maneiras para a cultura do Rio Grande do Norte e por isso precisa ser valorizada, cuidada e apreciada. PRECISAMOS PRESERVAR O NOSSO PATRIMÔNIO!!



Sede do IHGRN no início do século XX - Fonte: Revista do Villa

 

  • REVISTA DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DO RIO GRANDE DO NORTE. Natal: Tip. Santo Antônio, v. XXXV a XXXVI, 1938 - 1940. Disponível em: http://repositoriolabim.cchla.ufrn.br/handle/123456789/1407 . Acesso em: 13 jul. 2021.

  • FATOS E FOTOS DE NATAL. Sede do IHGRN: ser ou não ser Herculano Ramos. 08 jul. 2021. Instagram: @fatoefotonatal. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CRC20DoFj1r/?utm_medium=copy_link . Acesso em: 13 jul. 2021.

  • IHGRN. Histórias das Sedes. Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, Natal, s. d. Disponível em: https://ihgrn.org.br/instituicao/sedes . Acesso em: 13 jul. 2021.

  • IHGRN. Instituição. Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, Natal, s. d. Disponível em: https://ihgrn.org.br/instituicao/instituto . Acesso em: 13 jul. 2021.

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo